Vale obtém liminar para retomar projeto Onça Puma

Imagem: Internet

Ontem domingo (08), a Vale ingressou com mandado de segurança e obteve liminar favorável garantindo o funcionamento da usina de Onça Puma.  A liminar também impede que o empreendimento seja lacrado, conforme decisão monocrática do desembargador do Tribunal Regional Federal da 1ª Região, Souza Prudente, do último dia 05.

Com relação às atividades de extração mineral de Onça Puma, a Vale informou que vem cumprindo a decisão judicial da 5ª Turma do Tribunal Regional da Primeira Região ( TRF1), a qual determinou a sua paralisação. A Vale informa, ainda, que contra esta decisão interpôs o recurso cabíve

Manifestação pede a permanência do projeto Onça Puma em Ourilândia do Norte

Comerciantes, população em geral fizeram carreata por 23 km até o rio caeteté (PA 279) onde manifestaram em prol do não fechamento do projeto Onça Puma da mineradora Vale.  Sem o empreendimento Onça Puma funcionando muitos postos de trabalhos serão fechados agravando ainda mais a situação da crise financeira do país.

A mineradora gera renda para as cidades de Ourilândia do Norte, Parauapebas e São Felix do Xingu com impostos e contribui diretamente/indiretamente com empregos para as cidades de Ourilândia do Norte/PA, Tucumã/PA, São Luís/MA, Barcarena/PA, Xinguara/PA, Eldorado dos Carajás/PA, Jacundá/PA, Marabá/PA, Tailândia/PA.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta