Tensão é grande nas estradas, diz liderança dos caminhoneiros

Brasil

Liderança do movimento nacional dos caminhoneiros, Wanderlei Alves, declarou nesta segunda-feira (6) que a situação continua tensa nas estradas, após o novo aumento no preço do diesel.

O líder diz que está difícil controlar a categoria. Wanderlei Alves disse não saber até quando a categoria vai aguentar pagar o alto preço do diesel. “Não sei até quando o pessoal vai se controlar”, afirmou. Com o novo aumento no preço definido pela Petrobras, ele disse temer “uma revolta” na categoria.

“Tenho conversado com o ministro Tarcísio [Gomes, da Infraestrutura], e ele tem se mostrado comprometido com a fiscalização da tabela de frete, cumprido com a promessa dele. Eu estou mostrando isso para os colegas. Mas é muita indignação. O ministro está se esforçando, dá pra notar. Mas não sei até quando o pessoal vai se controlar”, afirmou.

Neste mês de maio completa um ano da paralisação nacional dos caminhoneiros.

*Com informações do Congresso em Foco

Deixe uma resposta