Temer: desemprego não cresceu, mas sim o nº dos que procuram trabalho

Brasil

O presidente Michel Temer (MDB) declarou nesta sexta-feira (4) que o número do desemprego não aumentou. O que teria crescido, segundo ele, seria a quantidade “dos que procuram emprego”. Declaração foi dada durante sua participação em um evento da Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM) em São Paulo.

Segundo o emedebista, os brasileiros estão com mais esperança de procurar oportunidades de trabalho por conta da melhoria dos indicadores econômicos.

“Não é porque o desemprego aumentou. É que o desempregado, quando a economia começa a melhorar, ele, que estava desalentado, portanto não procurava emprego, ele se transforma num alentado, ele vai procurar emprego”, afirmou Temer. “Aqueles que procuram emprego, alentados que se acham, aumenta porque a economia está melhorando”, completou.

Leia também >> Número de desempregados no Brasil sobe 12,5% entre 2016 e 2017

De acordo com o G1, Temer afirmou que houve o registro de 78 mil carteiras assinadas no país em janeiro, 69 mil em fevereiro e 59 mil em março. Por outro outro lado, o presidente disse que a procura por trabalho aumentou, atingindo 1,5 milhão de pessoas.

Cá entre nós, quem procura trabalho não é porquê está desempregado? Como assim desemprego não esta aumentando! Isso é relativo desemprego/procura por emprego.

Leia também >> Retrato da catástrofe: golpe Temer-Aécio gera 14 milhões de desempregados

Deixe uma resposta