STF e TSE podem barrar posse de Bolsonaro

Brasil Política

Os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF), duramente ameaçados na campanha eleitoral, irão analisar se Jair #Bolsonaro (PSL) poderá ser empossado mesmo sendo réu em processo na Corte.

Bolsonaro responde a ação penal no Supremo por ter dito que a deputada federal Maria do Rosário (PT-RS) “não merecia ser estuprada”.

“Ela não merece [ser estuprada] porque ela é muito ruim, porque ela é muito feia, não faz meu gênero, jamais a estupraria. Eu não sou estuprador, mas, se fosse, não iria estuprar, porque não merece”, disse o deputado do PSL em entrevista no ano de 2014.

O presidente eleito neste domingo (28) ainda é alvo de pedidos de cassação no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) formuladas pelo PT nos casos de caixa 2 e abuso de poder. O partido de Fernando Haddad acusou a candidatura de Bolsonaro de utilizar “dinheiro sujo” para cometer disparos de fake news via aplicativo WhatsApp.

A ministra Rosa Weber, presidenta do TSE, disse que o tribunal irá priorizar os julgamentos relativos às denúncias de crime eleitoral. Na sequência, será a vez de o STF se pronunciar se Bolsonaro poderá ou não assumir a cadeira de presidente da República.

Deixe uma resposta