Porta dos Fundos se nega a remover vídeo que mostra Jesus interessado em sexo a três

Brasil Religião

O canal humorístico #Porta dos Fundos está sendo processado (mais uma vez) por conta do vídeo “Ele Está no Meio de Nós”, em que sugere #Jesus interessado em pornografia e sexo a três, e acaba de recusar um acordo judicial que encerraria a ação diante da remoção do vídeo do YouTube.

A informação sobre a decisão dos humoristas foi publicada pelo jornalista Ancelmo Góis: “O Porta dos Fundos não topou fazer acordo judicial com o Centro Dom Bosco de Fé e Cultura. É que a turma do humor não aceitou retirar do ar vídeo ‘Ele está no meio de nós’, que mostra Jesus como… voyeur da relação sexual de um casal”.

“Alegam que não é apenas a religião católica que é satirizada nos programas, mas todas as religiões”, acrescentou Góis, que não abriu espaço em sua nota para a postura do Centro Dom Bosco diante da recusa do Porta dos Fundos em remover o vídeo.

A esquete, de novembro de 2017, foi comentada pelo pastor Renato Vargens como um “descalabro”, pois o texto desconsidera qualquer referência de respeito à fé, ultrapassando “todos os limites”.

“Além de desrespeitar a fé alheia zombando de um país eminentemente cristão, blasfema contra Cristo de forma acintosa. Se não bastasse isso, essa companhia de humor cometeu crime de vilipêndio à fé, previsto no Artigo 208 do Código Penal”, prosseguiu. “Espero que o Ministério Público se posicione contra esse descalabro”, pontuou.

“Digo mais, isso não é, nunca foi e jamais será liberdade de imprensa. Antes pelo contrário, isso é crime e precisa ser punido com o rigor da lei”, concluiu Vargens.

Deixe uma resposta