Petrobrás tem que ser do povo para garantir gás, gasolina e diesel mais barato

Brasil Econômia

A FNP convida  todos que defendem a Petrobrás soberana a serviço do povo brasileiro a compartilhar  os materiais que estão sendo produzidos para esclarecer a sociedade, como vídeos e cartazes.

Foi criado um  abaixo-assinado  (veja o texto mais abaixoPetrobrás tem que ser do povo para garantir combustível barato, destinado aos presidentes da República e da Petrobrás, aos ministros do STF e ao Congresso Nacional.

Você também pode apoiar.

Para assinar, clique aqui.

Abaixo, o texto da petição. 

Petrobrás tem que ser do povo para garantir combustível barato

Petição criada pela Federação Nacional dos Petroleiros (FNP) para presidente da República, presidente da Petrobrás, ministros do STF e Congresso Nacional

“A Petrobrás está sendo privatizada. Estamos vendendo a preço de banana a maior empresa do Brasil para empresários estrangeiros.

Ao invés de vender a empresa de uma vez, como fizeram com a Vale, os últimos e o governo atual, estão fatiando a empresa e a vendendo em partes.

Junto a isso, favorecem as importadoras estrangeiras, impondo preços altos aos combustíveis no Brasil.

A consequência é o aumento do preço do gás de cozinha, da gasolina e do óleo diesel, o que gera mais gastos para o povo mais pobre e para a classe média, além de aumento da inflação, encarecendo todos os produtos consumidos pelo povo brasileiro.

Ela, que já foi um motivo de orgulho para os brasileiros, está sendo sabotada para beneficiar as petrolíferas estrangeiras.

A política de “desinvestimento” da Petrobrás, começada pelos últimos presidentes da Petrobrás e aprofundada na gestão Bolsonaro, inclui:

*a venda de poços de petróleo bilionários por migalhas;

*venda para o capital estrangeiro de infraestruturas como dutos e terminais construídos ao longo de décadas pelo Estado e pela Petrobrás;

*entrega da BR Distribuidora e possibilidade de venda de outras empresas subsidiárias da Petrobrás, como a Transpetro e a Liquigás;

*venda de 8 das 13 refinarias da Petrobrás;

*retirada de direitos e empregos de centenas de milhares de trabalhadores diretos e indiretos gerando impacto no comércio, fornecedores e serviços em geral;

*diminuição da produção de combustíveis nas refinarias brasileiras em benefício da importação de combustíveis produzidos fora do Brasil por petrolíferas estrangeiras;

*redução drástica do investimento em energia renovável, entre outros absurdos.

Precisamos parar já esse desmonte.

Só a Petrobrás estatal pode garantir a transição para energias mais limpas e solidez da economia para que deixemos de ser uma mera colônia exportadora de matéria prima, que não tem educação, tecnologia e empregos qualificados.

Sem soberania energética não podemos pensar em um futuro para o nosso país, não teremos dinheiro para investir na educação do nosso povo, na melhoria dos serviços públicos e nem geração de empregos para combater a enorme taxa de desemprego do povo brasileiro.

Por isso, nós, população brasileira abaixo assinada, exigimos o fim da política de privatização da Petrobrás.

A Petrobrás tem que ser do povo.

Deixe uma resposta