Pastor revela que Neymar continua devolvendo o dízimo, mesmo após se tornar o maior salário do mundo

Neymar Jr. ocupa as manchetes dos veículos de imprensa por diversos motivos: gols, baladas, transferência bilionária entre clubes e sua fé evangélica. O jogador do Paris St. Germain contribui com o dízimo desde que era jogador das categorias de base do Santos, e seu pastor garante que ele continua fazendo o mesmo atualmente.

O camisa 10 do PSG foi criado frequentando a Igreja Batista Peniel ao lado da mãe, Nadine, e mantém sua crença de contribuição do dízimo para a denominação. Sem revelar cifras, o pastor Newton Lobato – que dirige a congregação de São Vicente – garante que o multimilionário jogador devolve o dízimo corretamente.

A revista Veja publicou uma entrevista com Newton Lobato e chamou atenção para o fato de que, se Neymar entregar á igreja 10% de seus ganhos, o valor pode chegar a R$ 22,6 milhões por ano. Atualmente, o jogador recebe apenas do PSG o equivalente a R$ 111 milhões a cada 12 meses, fora os contratos de publicidade, que geram renda ainda maior.

O pastor Lobato, amigo pessoal de Neymar, afirmou que o jogador e a família seguem com um vínculo muito forte com a igreja, lamentando que a distância por conta da mudança para a Europa o deixou “vulnerável”, mas lembrou que o sucesso dele como atleta foi previsto em uma profecia, durante um culto, há muitos anos.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta