Pastor é preso por exercício ilegal da medicina no Pará

Brasil

Um pastor foi preso suspeito de exercer ilegalmente a medicina em Redenção, no Pará, nesta sexta-feira (28). Identificado como Jailson Alves dos Santos, o homem coordenava uma clínica de reabilitação de dependentes químicos e também foi acusado de maus tratos aos pacientes, tortura, cárcere privado e ameaças.

“Ele utilizava medicamentos tarja preta. Chegava a manipular esse medicamento com outros. Misturava fazendo uso de um pilão de cozinha. Constatamos um local não de tratamento, mas um local para maltratar essas pessoas”, revelou, em entrevista ao G1, o superintendente da Polícia Civil na região, Antônio Miranda.

A clínica, de acordo com a reportagem, era dividida em alas femininas e masculinas. Em depoimento, eles contaram à polícia eram dopados e amarrados para não fugir. A polícia fechou a clínica preventivamente e acionou o Ministério Público para uma vistoria no local. O pastor vai aguardar a audiência de custódia no presídio da cidade.

[sgmb id=”1″]

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *