Juiz que retirou assessores de Lula criticou ex-presidente e o PT em cartas a jornal

Brasil Política

O juiz Haroldo Nader, de Campinas (SP), que retirou a equipe de oito pessoas que assessorava o ex-presidente Lula (PT), um direito constitucional, a pedido do MBL, é um crítico contumaz do PT e de Lula.

O magistrado enviou diversas mensagens com críticas a Lula, à ex-presidente Dilma Rousseff e ao PT entre 2015 e 2017, nas páginas do jornal O Estado de S. Paulo.

“Lula não aguenta mais falar do sítio e do tríplex. E nós não aguentamos mais esperar que ele fale”, escreveu Nader na edição do dia 17 de fevereiro de 2017.

“Não sabia que Lula era bancário…”, escreveu Nader em 30 de janeiro de 2016, ao comentar uma reportagem que mostrava o envolvimento de uma antiga cooperativa de bancários, a Bancoop, no caso do tríplex. O ex-presidente Lula diz que nunca foi dono do tríplex e nega ter recebido propina por meio do imóvel.

A leitura das cartas de Nader deixa claro que ele tem uma opinião desfavorável à Lula e do partido fundado por ele. “É óbvio que a manifestação desta quinta-feira tenha ocorrido em dia útil, com vale-transporte e alimentação. Seus manifestantes estão lá a serviço”, escreveu ele sobre uma manifestação de rua do PT, em 21 de agosto de 2015. “Entendido. É o governo ‘podrão’ Fifa”, comentou ele sobre a gestão da ex-presidente Dilma Rousseff, em 31 de maio de 2015, referindo-se ao mundial de futebol disputado em 2014.

Com informações da BBC Brasil

Deixe uma resposta