Homem enterra 42 ônibus escolares, é inacreditável o que ele revela que está dentro

Dá para acreditar?

Provavelmente, você nunca tenha ouvido falar sobre isso, mas existe um segredo incrível enterrado fora de uma das maiores cidades do Canadá. Um homem decidiu colocá-lo lá, pois ele tinha um grande plano. Clique ao lado para descobrir qual era o plano desse homem.

Bruce Beach nasceu em Kansas no início do século XX. Ele passou os terríveis anos da Guerra do Vietnã e da Guerra Fria e, por fim, ele e sua esposa decidiram se mudar para um lugar mais seguro, então escolheram o Canadá. A área que eles escolheram no Canadá era bastante isolada, o que eles acreditavam que desfrutariam, mas quando a ameaça da guerra nuclear entre a Rússia e os EUA aumentou, eles acharam que precisavam fazer algo a esse respeito. O projeto que ele decidiu realizar foi chamado de “Arca Dois” e inspirou muitos ao redor de todo o mundo.

No início dos anos 70, Bruce Beach decidiu se mudar para a cidade natal de sua esposa, uma cidade no Canadá chamada Horning’s Mills. A cidade de Horning’s Mills fica a aproximadamente 90 minutos de carro de Toronto e pode ser descrita como um local isolado, pitoresco e seguro. Era um local extremamente bonito e absolutamente perfeito para os planos de Bruce.

Em 1980, Bruce começou a procurar e  comprar ônibus antigos. Cada ônibus custava aproximadamente US$ 300. Mas não eram nem as máquinas, nem a mobilidade dos ônibus escolares que interessavam a Bruce, mas sim as estruturas rígidas e sólidas. Eventualmente, Bruce conseguiu reunir um total de 42 ônibus e reuní-los em uma área próximo de sua casa.

Bruce Beach tinha tudo planejado, ele sabia que daria certo. Ele havia decidido especificamente usar ônibus escolares por causa de sua excelente e forte estrutura e que os tornavam superiores a qualquer outro veículo. Antes de decidir sobre seu plano mestre, Bruce descobriu que todos os ônibus escolares do Canadá eram legalmente obrigados a serem sustentados por meio de vigas de aço.

Por esse motivo, eles eram muito mais estáveis do que outros tipos de veículos, tornando-os absolutamente perfeitos para o plano de Bruce.

Arca Dois
Arca Dois

Assim que Bruce terminou sua construção, iniciou o longo e tedioso processo de moldar todos os ônibus em uma área adequadamente protegida, com diferentes corredores, salas e espaço de armazenamento.

Felizmente,  para Bruce, ele não estava sozinho nesse processo. Depois que ele começou a construir sua obra-prima, um grupo de pessoas que concordou com seu plano começou a ajudá-lo na construção de sua obra.

Então, Bruce Beach passou alguns anos trabalhando lentamente em sua maravilhosa construção e, finalmente, estava tudo completo. Mas ele ainda não se sentia satisfeito; ainda havia outro passo. Ele se certificou de que tudo estava seguro e proporcionava uma boa proteção, e então decidiu que colocaria concreto sobre a construção, para torná-la ainda mais resistente.

Então, depois que o concreto secou, ele colocou 4,2 metros de terra sobre a construção.

Eventualmente, Bruce terminou construção de seu abrigo fortificado. O qual ele acreditava que resistiria a qualquer explosão nuclear e seria capaz de proteger mais de 500 pessoas em uma área subterrânea. Seria uma excelente conquista para Bruce Beach, pois ele seria capaz de salvar muitas vidas com essa construção. Mas, ao contrário do que Bruce Beach imaginava, a construção do abrigo seria apenas metade da batalha.

Se você tivesse visto essa construção, “Arca Dois”, provavelmente imaginaria que toda a construção seria bastante insegura, por ter sido construída por construtores não capacitados. Mas para entender como a Arca Dois é magnífica, você deve entender quem é esse homem incrível chamado Bruce Beach. Ele era capaz de qualquer coisa. Antes de empreender esse enorme projeto, Bruce Beach havia consultado vários especialistas, assim como o engenheiro que havia projetado e construído o sistema de metrô de Toronto.

Dessa forma, a Arca Dois não era apenas uma obra de Bruce Beach.

Claro, foi devido à grande parte sua própria determinação que foi possível a realização dessa obra. Mas ele não teria sido capaz de fazê-lo sem toda a ajuda de seus amigos e voluntários. Muitas pessoas que viviam próximos a Horning’s Mills vieram ajudar Bruce Beach em sua iniciativa.

Mas por que alguém iria querer ajudar Bruce em um projeto tão primitivo? Bem, em primeiro lugar, é fantástico poder entrar em uma construção tão interessante. E, em segundo lugar, Bruce Beach havia garantido uma vaga no abrigo nuclear subterrâneo para quem se oferecesse a ajudar na construção desse abrigo subterrâneo. Os voluntários também foram convidados a ir ao abrigo alguns fins de semana por ano para ajudar em sua manutenção e reforma.

Realmente não é uma tarefa simples entrar na Arca Dois. Bruce Beach propositadamente projetou uma entrada muito difícil para a Arca Dois. Primeiro, você deve solicitar acesso a Bruce com antecedência se quiser entrar no abrigo contra ataques nucleares. Você então tem que passar por uma porta antiga e enferrujada. A partir desse ponto,  você tem que descer 4,2 metros e finalmente chega à área subterrânea, que é incrível.

Foi um trabalho difícil tornar a Arca Dois segura para todos que estavam fugindo de um desastre. Na verdade, um dos maiores problemas de se hospedar em um abrigo é que, se alguém dentro do abrigo estiver portando uma doença contagiosa, é provável que todos os que estejam dentro do abrigo sejam contagiados com essa doença, já que esse abrigo está hermeticamente fechado contendo centenas de pessoas que se escondem da ameaça que está  acima. Mas o problema é: como você sabe se alguém tem uma doença infecciosa? Uma pessoa pode parecer extremamente saudável, mas na verdade pode estar portando uma doença.

Claro, Bruce havia um plano para esses cenários. Na entrada do abrigo, ele havia estabelecido uma câmara especial de descontaminação. Nesta câmara de descontaminação, havia uma pia dupla, um chuveiro e uma área de descontaminação de alimentos. Tudo isso foi criado para proteger as pessoas dentro do abrigo.

Mas isso não era tudo o que as pessoas precisariam para sobreviver a um grande desastre. Elas precisariam mais do que apenas abrigo. Para ter uma vida normal nesse ambiente, Bruce Beach decidiu instalar uma fonte de água doce, encanamento e eletricidade. Bruce Beach não deixou nenhum detalhe de fora. Ele contratou especialistas para ajudá-lo nas instalações dos mesmos, em caso de acidente.

Um “Prepper” é membro de uma comunidade internacional, na região em que Bruce Beach vive. Uma característica dos Preppers é que todos acreditavam que cedo ou tarde um grande desastre ocorreria. Eles também não acreditavam nas infra-estruturas do governo em situações como essas. A maioria dos Preppers tem um estoque impressionante de rações e água de emergência, mas o projeto Arca Dois, de Bruce Beach, parecia tão incrível para eles quanto para qualquer outra pessoa. “Quando você entra no abrigo pela primeira vez, é um planeta completamente diferente”, disse um membro da Ontario Prepper Survival Network. “É como se você estivesse em Marte. Quando você ouve sobre esse conceito de 42 ônibus escolares no subsolo, entender não é nada comparado a entrar e vê-lo de perto … É uma loucura lá dentro. ”

Como você provavelmente está pensando, a coisa mais importante se você vai passar um longo período de tempo em algum lugar como a Arca Dois é: a comida. As pessoas que vivem dentro da Arca Dois não sobreviveriam muito tempo lá sem comida. Mas, como você também pode esperar, Bruce Beach já se preparou para isso. Em seu bunker, existem duas cozinhas de tamanho industrial. Uma delas é para cozinhar, enquanto a outra é para lavar a louça. Há outra sala cheia de produtos alimentares – mas não é fácil estocar alimentos suficientes por um período tão longo…

Para sobreviver por um período tão longo em um abrigo subterrâneo, você precisa de muita comida. Mas é muito difícil armazenar alimentos suficientes para 500 pessoas por um período tão longo. “Não sei quantas toneladas de comida tivemos que estocar ao longo dos anos”, disse Bruce ao National Post em uma entrevista. Durante algumas décadas, mesmo alimentos com vida útil longa, como massas, teveram que substituídos várias vezes.

Mas a comida definitivamente não é o único problema quando você planeja manter um abrigo para 500 pessoas ao longo de vários anos. Bruce Beach queria ter certeza de que as pessoas que morassem na Arca Dois pudessem aproveitar um pouco o tempo que passariam lá. Assim, além de construir dormitórios, Bruce Beach também criou salas de aula, um centro de comunicações por rádio, uma biblioteca, um consultório para enfermeiros, um consultório de dentista e até um necrotério! Bruce tinha um plano muito bem elaborado,  embora nem tudo estivesse perfeito, como mostraremos a você.

Como você já leu, o abrigo de Bruce foi criado para permitir que as pessoas sobrevissem a catástrofes naturais ou humanas. A principal prioridade de Bruce era permitir que o maior número possível de pessoas permanecesse no abrigo. Portanto, Bruce nem sempre podia manter famílias unidas. Os dormitórios foram divididos em dormitórios masculinos e femininos, o que significa que as famílias não poderiam compartilhar espaços de convivência.

Então, como você já leu anteriormente, os pais teriam que dormir em dormitórios diferentes. Mas Bruce também pensou muito em como seria a vida das crianças no abrigo. Bruce queria profundamente que as crianças pudessem desenvolver sua educação e ter uma vida saudável no abrigo, com salas de aula, creche e playground. Bruce também abasteceu a câmara com jogos de xadrez.

Outra coisa que Bruce Beach pensou foi a capacidade de entrar em contato com outros sobreviventes após um desastre. Existe um sistema de rádio muito sofisticado instalado na Arca Dois, capaz de enviar e receber mensagens. O sistema de rádio conseguiria entrar em contato com pessoas no Canadá e nos EUA, por esse motivo era um meio de comunicação muito eficaz para quem estivesse dentro do abrigo.

Você deve estar se perguntando o que são os Preppers exatamente.

Um Preppers acredita que em um futuro próximo provavelmente ocorrerá um acidente catastrófico e que você não pode contar com a ajuda do governo para sobreviver a tal acidente. Portanto, eles apreciam qualquer infraestrutura adicional implantada para protegê-los de tais desastres. Eles tendem a gastar muito tempo e dinheiro na preparação para situações de catástrofes.

Segundo Bruce Beach, a maioria dos preppers é muito individualista. Eles se preocupam muito com a própria segurança pessoal e não se preocupam muito com a segurança dos outros. Eles ficaram muito impressionados com os planos de Bruce de construir a Arca Dois.

Bruce Beach via a Arca Dois

Está muito claro que Bruce Beach via a Arca Dois como um serviço público e, portanto, ele disse muitas vezes que a Arca Dois é um abrigo aberto para todos. Dessa forma, as autoridades locais tentaram várias vezes fechar a Arca Dois, porque não estavam de acordo com ela. O governo de Ontário chegou a dizer que a Arca Dois é um risco público, e eles passaram muito tempo tentando desativá-lo, embora ainda não tenham conseguido.

Assim como as autoridades locais, o Corpo de Bombeiros da região também não aprova a Arca Dois, pois alegam que representa um risco de incêndio. Várias vezes no passado, eles o fecharam, embora ainda não tenham conseguido desativá-lo permanentemente.

Bruce tem um passado muito interessante. Por exemplo, ele serviu na Força Aérea dos Estados Unidos como operador de torre de controle de rádio e depois passou a ensinar ciência da computação em uma escola. Bruce disse no passado que acredita que uma guerra nuclear terá início depois que o Paquistão bombardear a Índia. “Eu costumava dizer sempre que o fim do mundo seria daqui a dois anos”, disse ele ao National Post, “mas agora digo que daqui a duas semanas – e se estiver errado, vou revisar minha data “.

Segundo Bruce, a Arca Dois é um empreendimento altruísta e humanitário. Ele deu início a esse projeto para tentar criar um país mais seguro para todos, e queria que todos se sentissem bem-vindos na Arca Dois, independentemente de religião, cultura, raça ou visão política.

Como Bruce disse: “Sou otimista em relação ao futuro da humanidade a longo prazo, mas pessimista em relação ao futuro imediato”. Isso pode ser interpretado da seguinte forma: embora Bruce Beach pense que uma catástrofe é iminente, ele acredita que é possível proteger as pessoas desses desastres e construir um mundo melhor.

Deixe uma resposta