Golpe encolhe em 20% a construção civil. Só falta a Globo culpar os caminhoneiros

Brasil Econômia

O consórcio golpista formado por setores da mídia, do judiciário e a banca financeira [inteira] não conseguiram esconder mais um fiasco. Agora é a construção civil que encolheu 20,5%. Só falta a Globo e Michel Temer atribuírem mais esta quebradeira à greve dos caminhoneiros ocorrida em maio…

A vigarice de setores da mídia chegou ao cúmulo de colocar na conta dos caminhoneiros a desgraça na economia promovida por Temer, Henrique Meirelles e Pedro Parentes. Esses dois últimos deixaram o governo recentemente, mas deixaram um rastro de destruição para trás.

+ “A culpa é da greve dos caminhoneiros” é a fake news do momento

Embora os órgãos de comunicação reverberem que o encolhimento de 20,5% na construção civil se deu nos “últimos quatro anos”, até o mais néscio sabe que o golpe de 2016 acentuou a destruição dos pilares do desenvolvimento nacional. São dois anos de ataques ao emprego cujo número de desempregados chega a 14 milhões de trabalhadores, além de retiradas de direitos e congelamento de investimentos pelos próximos 20 anos.

O retrocesso de Temer na construção civil é tal que se igualou ao recuou ocorrido em 1981, portanto, há 37 anos. Logo não é exagero afirmar que sob o ‘Vampirão Neoliberalista’ o Brasil voltou 40 anos em 2.

Deixe uma resposta