Filha de Temer não tem como provar que pagou por reforma

Brasil

Maristela Temer, filha de Michel Temer, não guardou os recibos de uma obra de R$ 700 mil em sua casa e afirma que o coronel Lima foi indicado por seu pai para acompanhar os projetos. Lima é apontado, em vários inquéritos, como operador e arrecadador de propinas de Temer. “O Blog da Andréa Sadi teve acesso ao depoimento da filha do presidente Temer, Maristela Temer, para a PF no âmbito da investigação sobre o decreto dos portos. Ela afirmou que foi ideia do pai procurar o coronel Lima para ajudá-la na reforma de sua casa e disse não ter guardado os comprovantes, mas acredita ter gasto aproximadamente R$ 700 mil. Também não lembra do nome dos prestadores de serviço”, informa o blog BR18.

Deixe uma resposta