Filha de Temer complica situação do pai

Corrupção

“A Folha divulgou na sexta-feira (18) o teor do depoimento prestado pela filha do presidente à PF no dia 3 de maio” escreve Leandro Colon, na Folha. “O que ela disse torna mais nebuloso o caso. Maristela não esclareceu nada e deu uma versão que prejudica o rastreamento do dinheiro. Ela afirmou que gastou em torno de R$700 mil, mas que ‘não possui e não guardou nenhum comprovante’ de quitações e contratos. Confirmou que a mulher do coronel fez pagamentos. E como a ressarciu? Maristela disse que não lembra. Afinal, segundo ela, fez repasses em espécie a Maria Rita com dinheiro de pacientes atendidos em seu consultório”.

Deixe uma resposta