Exército coloca 1,5 mil homens de prontidão pelo julgamento de Lula

Brasil

O Exército Brasileiro colocou 1,5 mil homens em prontidão nos quartéis da corporação em Porto Alegre e que serão acionados caso haja algum tipo de perturbação da ordem pública, e se o governador José Ivo Sartori solicite o apoio de tropas federais em função do julgamento do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que acontece hoje quarta-feira (24), no Tribunal Regional Federal da 4ª Região. A cúpula das Forças Armadas, porém, considera remota a possibilidade da mobilização das tropas para esta finalidade.

Os dois batalhões do Exército na capital gaúcha entraram em prontidão na noite desta terça-feira. O efetivo poderá ser aumentado em caso de necessidade com o emprego de outros batalhões instalados na região.

O Exército, porém, ressalta que o aquartelamento é uma medida preventiva e que as tropas somente serão acionadas em caso de descontrole da segurança pública e por meio de solicitação expressa do Governo do Estado.

Deixe uma resposta