Deu química contra Bolsonaro

Brasil Educação Sociedade

Os estudantes provaram nesta quinta (30) que não só sabem a fórmula da água como fizeram chover durante manifestação em Curitiba. Eles mostraram que a educação dá química na luta contra o presidente Jair Bolsonaro (PSL).

Na manifestação do dia 15 de maio, Bolsonaro agrediu os estudantes que foram aos milhares às ruas do país protestar contra o corte de verbas na educação: ‘São idiotas úteis, não sabem a fórmula da água’. Ele estava errado, como ficou demonstrado acima.

As consequências práticas de #30M (abreviatura para 30 de Maio) são: 1- ampliação da desaprovação do presidente da República; 2- aumento da dificuldade de o governo formar maioria no Congresso Nacional; 3- fortalecimento da luta contra a reforma da previdência (fim da aposentadoria); e 4- consolidação da greve geral no próximo dia 14 de junho.

Segundo a União Nacional dos Estudantes (UNE), mais de 2 milhões de pessoas marcharam ontem em defesa da educação e contra a reforma da previdência. A agremiação estará junto no movimento de 14 de junho, das centras sindicais, contra as políticas econômicas neoliberais de Bolsonaro.

Deixe uma resposta